Implante coclear: como é feita a reabilitação auditiva

A audição é uma importante porta que comunica o cérebro com o meio externo, uma vez que ele é isolado do mundo, “fechado” dentro da caixa craniana. Junto com os demais órgãos do sentido, a audição ajuda o cérebro a amadurecer, criar conexões e nos fazer entender as coisas.


Qualquer falha de entrada de informação externa, captada pelo sistema periférico, vai causar uma falta de informação interna, com prejuízo na aquisição central. Por isso, no caso de perdas auditivas parciais, há a indicação da adaptação de aparelhos auditivos e nos casos de perda auditiva profunda, a colocação do implante coclear, realizado por meio de cirurgia por uma equipe médica especializada.



O implante coclear é indicado para pessoas com surdez total ou quase total. Para estas pessoas, os aparelhos auditivos não adiantam, pois eles apenas amplificam o som - seria como uma pessoa cega usar óculos.


O implante é um equipamento eletrônico computadorizado que, através de pequenos eletrodos colocados dentro da cóclea, estimula diretamente o nervo auditivo para que este leve sinais para o cérebro. Hoje, mais de 100 mil pessoas no mundo já estão usando o implante.

A qualidade do som percebido pelas pessoas com implante coclear é diferente, por isso, elas precisam de uma reabilitação adequada após a cirurgia, feita por um fonoaudiólogo capacitado, para aprender a compreender os novos sons.


A terapia auditiva gera mudanças cognitivas a partir das reorganizações químicas e estruturais no cérebro desencadeadas pela neuroplasticidade, fazendo com que os estímulos emitidos pelo implante possam ser realmente compreendidos pelo cérebro. É realizada com uso do audiômetro e cabina acústica, com uso de softwares desenvolvidos com esta finalidade.


O programa Profissão Repórter do dia 17/08/17, da Rede Globo, mostrou a história do Ruan, menino de 2 anos, que escutou pela primeira vez após a cirurgia do implante coclear.


Assista esta emocionante história aqui, aos 4 minutos do vídeo.

Depois do implante coclear, é preciso aprender com esta nova condição de escutar.